ACD-Núcleo Bahia pede audiência ao arcebispo de Salvador e vice-presidente da CNBB

A Auditoria Cidadã da Dívida é uma entidade aberta à participação de todas as entidades e cidadãos preocupados com o agravamento dos problemas nacionais dentre os quais o endividamento público exerce papel preponderante.

Diante do posicionamento do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em relação à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, que ataca a Previdência pública no Brasil, a Auditoria Cidadã da Dívida solicitou uma audiência com Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, arcebispo de Salvador, Primaz do Brasil e vice-presidente da CNBB para parabenizar o posicionamento e se colocar à disposição para debates e ações conjuntas.

Queremos discutir o direito à Previdência à luz do Art. 6º. da Constituição Federal de 1988 que a estabelece como um direito social. “Não é uma concessão governamental ou um privilégio. Os Direitos Sociais no Brasil foram conquistados com intensa participação democrática; qualquer ameaça a eles merece imediato repúdio”, como lembra a CNBB.

A carta da CNBB afirma também que “faz-se necessário auditar a dívida pública, taxar rendimentos das instituições financeiras, rever a desoneração de exportação de commodities, identificar e cobrar os devedores da Previdência. Essas opções ajudariam a tornar realidade o Fundo de Reserva do Regime da Previdência Social – Emenda Constitucional 20/1998, que poderia provisionar recursos exclusivos para a Previdência.”

A Auditoria Cidadã da Dívida coloca-se como instrumento e parceira na mobilização necessária para que não se concretize o ataque ao direito das trabalhadoras e trabalhadores. Estamos juntos para que não falte o direito à aposentadoria. Juntos queremos assegurar uma sociedade justa onde os direitos de todas e todos, em especial dos mais fragilizados, sejam respeitados.

Auditoria Cidadã da Dívida – Núcleo Bahia

Download (PDF, 166KB)